40 anos do protesto pelo escoamento da batata em Vila Pouca de Aguiar

Joaquim Pipa, Acácio de Sousa, Guilherme Carocha, Henrique Campos e Bernardo Vilas Boas estão entre os que vivenciaram a luta, no início de 1979, pelo escoamento da batata no concelho de Vila Pouca de Aguiar. Na comemoração dos quarenta anos urge abordar a agricultura familiar como suporte de desenvolvimento económico e social dos territórios.

No encontro comemorativo moderado por Teresa Gonçalves, da Associação dos Agricultores e Pastores do Norte, o presidente da Câmara, Alberto Machado lembrou que os homens e mulheres da nossa comunidade dão o exemplo de que o Interior é um desafio e não um estigma. O autarca defende que o desenvolvimento é feito a partir de dentro para fora pelo que «não baixem os braços», acreditando, que com descentralização e passo a passo o território terá futuro.

Armando Carvalho, diretor da Confederação Nacional da Agricultura, assinalou o 5 de fevereiro de 1969 como a maior manifestação realizada até hoje pelo desenvolvimento socioeconómico desta terra de Vila Pouca de Aguiar. Um movimento local que se transformou num acontecimento nacional.

Entre os participantes no debate é de destacar também a intervenção de Agostinho Lopes, distinto dirigente nacional, recordando esse marco na luta dos agricultores e que essa luta pela soberania alimentar continua em cima da mesa porque não se resolve o problema do Interior sem resolver o problema da atividade agrícola. A produção local é vital. A plateia encheu por completo o Palacete Silva e houve mais intervenções no sentido de que vale a pena continuar a lutar.

As pessoas dirigiram-se, de seguida, à ‘Rotunda das Batatas’ onde se procedeu ao descerramento da placa comemorativa dos 40 anos da luta pelo escoamento da batata no concelho de Vila Pouca de Aguiar. Na altura, entre os dias 5 e 6 de fevereiro, as pessoas bloquearam estradas e o caminho-de-ferro pelo escoamento de cerca de dez mil toneladas de batatas e, devido às pressões social e mediática bem-sucedidas, conseguiram escoar boa parte da produção a um preço mais condigno.

Menu