Alunos do Agrupamento de Escolas Diogo Cão visitaram exposição de Joana Vasconcelos

No âmbito da exposição patente na casa dos Noura em Alijó, “Quatro Paredes Caiadas”, da artista Joana Vasconcelos, no dia 8 de junho, as turmas do 3º e 4º anos da Escola JI/EB1 de Vila Real – Timpeira, acompanhados pelos professores, assistente operacional, estagiárias e pela embaixadora local do PEEA – Programa da Educação Estética e Artística de Vila Real, Isaura Sousa, foram numa visita de estudo à exposição que se encontra na Casa dos Noura em Alijó. Com esta visita de estudo deseja-se materializar uma nova prática de descentralização e disponibilização de bens e conteúdos fora do circuito nacional e internacional, onde a artista realiza as suas exposições. Por este facto, encontramos uma oportunidade única para os alunos poderem ter usufruído desta magnífica exposição.   A Casa dos Noura, solar dos finais   do séc. XIX, acolhe o Centro de Mostra e Amostra de Produtos que funciona como cenário principal daquilo que se produz no Concelho de Alijó, nomeadamente vinhos, azeites, mel ou artesanato. Neste local estão um conjunto de obras de Joana Vasconcelos, que incluem novíssimas peças de 2020 e 2021, disponíveis pela primeira vez para o público. Há também obras de 2001 e 2002, o que permite acompanhar duas décadas de criação da artista.

Durante a visita de estudo as crianças puderam desenvolver conhecimentos e atitudes no âmbito da educação ambiental para a sustentabilidade, dada à transformação das obras e reutilização de materiais que observaram. Outro fator muito importante é o cariz cultural que a artista coloca em cada objeto/obra de arte, na sua representação, invenção e reinvenção da cultura popular de uma região, lugar, e o país na sua globalidade, que constitui uma representação da identidade cultural de um povo com uma carga simbólica, gerando um todo imaginário histórico, que contextualiza e sustenta de forma peculiar a arte popular intrínseca na   obra de Joana Vasconcelos. As crianças corresponderam de uma forma excelente à visita. Desde o início cheias de curiosidade e tal como grandes artistas, que iam para os museus inspirarem-se em grandes “mestres”, elas também se motivaram nas peças expostas e realizaram os seus esboços das obras da sua preferência. Pretendeu-se também estimular a curiosidade pelo mundo artístico, e de artistas de grande impacto social e cultural.

Agrupamento de Escolas Diogo Cão

Menu