Anunciados mais de 300 milhões de euros para territórios do interior

Isabel Ferreira, Secretária de Estado da Valorização do Interior, na passada quarta-feira, dia 12, visitou o Régia Douro Park e fez uma reapresentação das medidas de apoio previstas para o interior que rondam os 312 milhões de euros, “só para os territórios do interior”.  

Na sua intervenção, Isabel Ferreira, explicou que este programa seguiu três eixos, de acordo com as necessidades do território: o primeiro, prende-se com a continuação da contribuição de todas as áreas governamentais, ou seja, da dinâmica de articulação com as diferentes áreas governativas; o segundo eixo procura “colocar à disposição das pessoas do interior uma série de medidas já com um pacote financeiro associado; por fim, o terceiro eixo está direcionado para os territórios mais frágeis, em que será implantada uma lógica de proximidade através de “serviços mais próximos, mais básicos e mais apoio”. Segundo Isabel Ferreira, este plano tem como objetivos: tornar o interior competitivo, atrair mais investimento e pessoas, valorizar recursos endógenos e promover a cooperação territorial. “Este é um programa de valorização do interior que inclui, essencialmente, medidas com a participação das diferentes áreas governativas, o que mostra o desempenho de todo o governo na questão da valorização do interior […]. Por outro lado, também estamos a utilizar as verbas dos programas operacionais regionais e doutros fundos comunitários para criar aqui uma série de incentivos à criação de emprego, à atração e fixação de pessoas nestes territórios do interior”, explicou a Secretária de Estado, acrescentando que são medidas relacionadas com a mobilidade geográfica e que visam tanto quem quer vir para o interior, como “quem cá está”. 

Régia Douro Park quer mais

 Nuno Augusto, Presidente do Régia Douro Park, na sua intervenção defendeu que o Régia Douro Park “quer mais” e que precisa de crescer para poder acolher mais empresas e ter mais espaços dedicados à investigação. 

CR

Notícia completa na Edição nº703, já nas bancas.

Menu