Apresentação do livro sobre os 120 Anos da Restauração do Concelho de Mondim de Basto

O Município de Mondim de Basto assinalou, no passado dia 26 de janeiro, os 121 anos da restauração do concelho de Mondim de Basto, com a apresentação de um livro e a inauguração de uma exposição sobre este período da história do concelho.

No livro e na exposição que partilham o mesmo tema “120 Anos da Restauração do Concelho 1898-2018”, os autores António Pereira Dinis, João Francisco Laranjeira e Paulo Mota, relatam e ilustram os factos e as personagens que fizerem a história deste território, desde o tempo da Monarquia, passando pela República, o Estado Novo e todo o período da Democracia desde 1974.

Uma cerimónia intimista, abrilhantada por um momento musical protagonizado por três talentosos jovens da Escola Municipal de Música, onde estiveram presentes antigos presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, antigos vereadores, familiares de antigos governantes e outros convidados que quiseram partilhar o momento de honrar a história e a memória daqueles que contribuíram para o desenvolvimento do concelho.

Nas palavras que dirigiu aos presentes, o Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira, elogiou “o esforço, a dedicação, o empenhamento e a dignidade com que todos os governantes desempenharam o cargo. Ao longo das décadas, fomos capazes de fazer coisas boas para as nossas gentes. Houve progresso real no que diz respeito à condição humana, melhorando a vida das pessoas”.  

O Presidente da autarquia deixou ainda uma mensagem de esperança “novas gerações, que com novas ideias e respeitando o passado, serão capazes de tornar Mondim de Basto num território ainda mais atrativo, mais valorizado e com uma economia local mais forte. Uma comunidade mais tolerante, aberta ao mundo e ao progresso”.

A exposição “120 Anos da Restauração do Concelho 1898-2018” vai estar patente nos Paços do Concelho até ao dia 1 de março, seguindo depois para a Biblioteca Municipal, onde também poderá ser visitada.

Menu