Assembleia Municipal de Boticas aprovou subsídios às Juntas de Freguesia


A Assembleia Municipal de Boticas aprovou, por unanimidade, na sessão ordinária que se realizou esta segunda-feira, dia 15 de junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, os acordos de atribuição de subsídios às dez Juntas de Freguesia do Concelho.

A verba de cerca de 330 mil euros disponibilizada pela Câmara Municipal é repartida mediante as necessidades próprias de cada uma das freguesias e será canalizada para a execução de obras consideradas prioritárias para as populações das freguesias de Alturas do Barroso e Cerdedo, Ardãos e Bobadela, Beça, Boticas e Granja, Codessoso, Curros e Fiães do Tâmega, Covas do Barroso, Dornelas, Pinho, Sapiãos e Vilar e Viveiro.

Os apoios atribuídos têm como objetivo reforçar as capacidades financeiras das Juntas de Freguesia para a realização de trabalhos que contribuam para o desenvolvimento das localidades e para o bem-estar geral dos seus habitantes.

O Presidente da Câmara, Fernando Queiroga, destacou o papel fundamental e o apoio prestado pelas Juntas de Freguesia às populações do Concelho, sobretudo nesta fase atípica que ainda vivemos devido ao surto pandémico de Covid-19.

“As juntas de freguesia estão mais próximas das pessoas, o que lhes permite ter uma melhor perceção e saber de antemão quais as necessidades e anseios dos nossos concidadãos”, disse o autarca.

Fernando Queiroga referiu ainda que “apesar de o executivo estar disponível para receber os munícipes, na maioria das vezes as pessoas sentem-se mais à vontade em falar dos seus problemas com aqueles que lhe estão mais próximos, neste caso, com os elementos das juntas de freguesia”.

Menu