Assembleia Municipal do Peso da Régua aprova Plano e Orçamento para 2021 sem votos contra

A Assembleia Municipal do Peso da Régua aprovou por maioria, sem votos contra, o Plano e Orçamento para 2021.

José Manuel Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua apresentou as linhas estratégicas do documento, considerando 2021 como um ano de consolidação dos projetos em curso.

A persistência, acompanhada por muito trabalho, permitirá avançar com a reabilitação do Hospital D. Luiz I, importante para Peso da Régua e para a região, pelos cuidados de saúde que irá prestar e com a recuperação da Estância Termal das Caldas do Moledo, um equipamento considerado fundamental para a retoma económica local e regional.

2021 será o ano de concretização da intervenção na Av. ª Dr. Manuel de Arriaga, por forma a assegurar melhores condições de circulação e maior mobilidade urbana integrada e sustentável.

José Manuel Gonçalves destacou o trabalho feito na área da educação, o qual tem sido apontado como um exemplo a nível da região. No próximo ano, a regra de trabalho será, por isso, a consolidação de um trabalho que a todos tem orgulhado. A aposta no ensino superior numa vertente tecnológica foi apontada como grande aposta para o futuro. 

Os idosos, o reforço de um trabalho de proximidade, no sentido de garantir a retaguarda social, estarão, igualmente, na linha de ação em 2021.

Uma vez mais, o Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua destacou a importância do trabalho concretizado em parceria com as Juntas de Freguesia, o qual permite ampliar a capacidade de resposta no terreno.

Numa perspetiva a longo prazo, José Manuel Gonçalves apontou três eixos estratégicos para a consolidação do trabalho concretizado até ao final de 2021: mobilidade, habitação e competitividade, numa relação direta com o turismo, do qual dependerá o incremento da economia não só local/regional, mas também nacional.

Menu