Bispo de Vila Real: Nota Pastoral sobre a evolução da pandemia na região

A situação pandémica no país tem dado sinais consistentes de alguma melhoria, favorecida pela evolução do processo de vacinação. Este quadro permite a realização de algumas celebrações e de outras atividades eclesiais desde que sejam respeitadas as regras em vigor.

          Algumas orientações concretas são estabelecidas, podendo, no entanto, ser revistas em algum concelho ou freguesia em que a situação se volte a agravar:

  1. As festas das comunhões podem ter lugar, desde que feitas em pequenos grupos e as crianças estejam devidamente preparadas. Estas celebrações devem ser bem organizadas, garantindo o uso de máscara, o distanciamento social e que não seja ultrapassada a lotação (reduzida) de cada espaço de culto.
  2. As celebrações do sacramento da Confirmação (Crisma) serão retomadas para os jovens e adultos já preparados, podendo ser agendadas para se realizarem a partir do verão. Devem ser feitas com grupos reduzidos e nas condições referidas no número anterior. Caso seja necessário restrinjam-se a crismandos, padrinhos e pais.
  3. Acerca dos casamentos recomenda-se um maior cuidado na sua preparação, no espírito da Exortação do Papa Francisco Amoris Laetitia. Quanto às celebrações, devem ser respeitadas todas as normas sanitárias, sendo conveniente estabelecer previamente quantas pessoas poderão estar presentes na igreja.
  4. Sobre as exéquias (funerais) e outras celebrações renova-se o apelo para um maior respeito pelas regras, em especial a do distanciamento de forma a não exceder o número de lugares disponíveis nas igrejas.

Esta fase menos grave da pandemia não dispensa, antes aconselha um renovado compromisso por parte de todos, a começar pelos cristãos, em respeitar as regras sanitárias. Em plena Semana da Vida, será uma forma de cuidar e valorizar a vida, a de cada um e a dos outros.

Invoquemos a intercessão de Maria, Nossa Senhora de Fátima, para que nos proteja desta pandemia e nos livre de todos os males.

Vila Real, 11 de maio de 2021

+António Augusto de Oliveira Azevedo

Menu