Boticas ocupa o 2º lugar entre os Municípios com mais incentivos em estudo divulgado pela DECO

O concelho de Boticas ocupa o segundo lugar no “ranking” do País entre os Municípios com mais apoios para quem escolhe viver ou trabalhar no interior, de acordo com um estudo realizado pela Deco Proteste e dado a conhecer através da sua página web, sendo apenas superado pelo Município de Oleiros.

IMI na taxa mínima, devolução da totalidade de participação do IRS dos seus munícipes, apoios à habitação, à criação de emprego, à terceira idade, à natalidade e à educação de crianças e jovens são alguns dos muitos incentivos destacados neste estudo que abrange todos os concelhos do interior de Portugal.

Segundo a Deco Proteste “as grandes cidades do litoral concentram 70% da população, mas só podemos ser verdadeiramente sustentáveis se voltarmos ao interior e reequilibrarmos a balança”. Para além dos incentivos que contribuem para a fixação da população, este estudo foca-se ainda em factores como o emprego/desemprego, apoio às escolas, acesso aos bens de primeira necessidade e a espaços lúdicos e
culturais.

De resto, as políticas de apoio às famílias e aos munícipes que têm vindo a ser implementadas pelo Município de Boticas traduzem-se também na atribuição da classificação de “Autarquia + familiarmente responsável”, algo que acontece já pelo sétimo ano consecutivo.

O segundo lugar ocupado no ranking nacional representa para Fernando Queiroga, presidente da Câmara Municipal de Boticas, “o reconhecimento pelo trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela autarquia em prol da criação de melhores condições de vida e do bem-estar da nossa população, contribuindo para a fixação da nossa população e o desenvolvimento destas regiões de baixa densidade populacional”,
sublinhando que “o reconhecimento deste trabalho por parte de entidades credíveis e independentes vem reforçar ainda mais as políticas que defendemos e que são pilares fundamentais na atuação do Município de
Boticas”.

O estudo da Deco pode ser consultado no endereço electrónico https://www.deco.proteste.pt/sustentabilidade/incentivos-viver-interior

Menu