Câmara de Lamego aprova Orçamento para 2019

As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2019 do Município de Lamego foram aprovadas ontem em reunião de câmara, sendo o valor do orçamento correspondente a 29 milhões e 350 mil euros, repartido pela receita corrente no montante de 20.280.000€ e de capital de 9.070.000€.

As Grandes Opções do Plano privilegiam a execução de projetos estruturantes para repor Lamego num percurso sustentado e promover a integração da cidade com as freguesias, colmatando as suas necessidades especificas, mantendo ao mesmo tempo o rigor e o equilíbrio orçamental. Neste sentido, ao nível do investimento, assumirá como grande aposta a concretização de três intervenções, associadas a projetos comunitários do PEDU, que vão avançar no terreno já em 2019: a construção da primeira fase do Parque Urbano de Lamego, com um valor total de investimento de 4 milhões e 300 mil euros; a requalificação do espaço público do Bairro de Alvoraçães (600 mil) e o estabelecimento do Circuito Pedonal do Relógio do Sol (500 mil). “Vamos implementar um orçamento exigente, pontuado por uma elevada racionalidade e transparência, quer ao nível da cobrança de receitas, quer ao nível da realização da despesa”, garante o Presidente Ângelo Moura.
Com o objetivo de alcançar o bem-estar social e a coesão territorial, o Município de Lamego também reforça o investimento nas freguesias, através da celebração, pela primeira vez, de contratos inter-administrativos e de acordos de delegação de competências, no valor global de 840 mil euros, respeitando critérios de gestão financeira adequada. Na sequência do levantamento feito das principais carências e dificuldades sentidas nas freguesias rurais, a autarquia definiu como prioridade de investimento a adjudicação da empreitada, a realizar na Penajóia, do sistema de recolha, transporte e tratamento de águas residuais, pelo valor de 1.074.147,49€.

Tido como um fator estruturante da estratégia de desenvolvimento do concelho de Lamego, a área da educação também merecerá uma atenção especial com a criação, no âmbito do Projeto “Lamego Educa”, de uma equipa multidisciplinar que vai trabalhar junto das crianças do ensino pré-escolar e do 1º ciclo, com o objetivo de melhorar o sucesso educativo e reduzir o abandono escolar precoce. O “Lamego Educa” representa um investimento superior a 610 mil euros, apoiado pelo Norte 2020.

No mesmo documento, a autarquia define ainda a cultura como um dos elementos estruturantes da estratégia de desenvolvimento local, incentivando a dinâmica associativa e promovendo a criação artística e as novas expressões da arte, sobressaindo, ao longo do ano, na sua agenda de eventos culturais, a realização das Festas em Honra de Nossa Senhora dos Remédios e as cerimónias da Semana Santa, para que sejam colocadas num plano de destaque no panorama regional e nacional.

Menu