Câmara de Lamego paga mais rápido a fornecedores

A Câmara Municipal de Lamego diminuiu para 69 dias o prazo médio de pagamentos a fornecedores, enquanto que, em 2018, demorava 167 dias a efetuar estes pagamentos, contrariamente ao divulgado por lapso no Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2019. No mesmo período, a dívida total do Município também recuou 4 milhões e 175 mil euros, conforme mostra um recente relatório da Direção-Geral das Autarquias Locais (DGAL).A melhoria significativa da situação financeira do Município de Lamego é justificada pelo Presidente Ângelo Moura com o facto de “Lamego estar agora com contas certas e a pagar a tempo e horas”.

“Cortámos despesa supérflua e estamos, ao mesmo tempo, a concretizar um conjunto muito relevante de investimentos que vão melhorar a qualidade de vida de todos os lamecenses”. O autarca ilustra o reforço do investimento municipal com o arranque, nos próximos dias, de duas intervenções de referência nas áreas da reabilitação urbana e do ambiente e sustentabilidade: o futuro Parque Urbano de Lamego, que criará a maior zona verde pública da cidade, e a conversão do antigo matadouro municipal num moderno Centro Cívico disponível para toda a comunidade. “São cinco milhões de euros de investimento que ajudarão a dinamizar o tecido económico local, num momento muito difícil”, destaca.

Menu