Celebra-se hoje a Restauração da Independência

Hoje, dia 1 de dezembro, celebra-se 380 anos desde a Restauração da Independência de Portugal, evento ocorrido em 1640. Lisboa acolhe uma cerimónia simbólica e minimalista, de comemoração deste dia, presidida por Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República.

A Restauração da Independência, mais precisamente a Restauração de Portugal como país soberano, é o nome que se dá ao golpe de Estado revolucionário ocorrido a 1 de dezembro de 1640, chefiado por um grupo designado de “Os Quarenta Conjurados” e que se alastrou por todo o Reino, pela revolta dos portugueses contra a tentativa da anulação da independência do Reino de Portugal pela governação da dinastia filipina castelhana.

Como vem a culminar com a instauração da 4ª Dinastia Portuguesa – a casa de Bragança – com a aclamação de D. João IV -, este evento também é corretamente designado como “A Aclamação da Independência de Portugal”.

Assim, a Restauração da Independência foi um processo histórico que culminou com a autonomia portuguesa após sessenta anos de União Ibérica (1580-1640).

Menu