Centro de Rastreio do Peso da Régua já fez 150 testes em quatro dias


O primeiro Centro de Rastreio ao COVID-19 do distrito abriu em Peso da Régua, na última quarta-feira, 25 de março.

No arranque, foram feitos testes a profissionais de saúde, que prestam serviço em Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho, com valência de Lar para Idosos, tendo já sido aberto a todas as pessoas que apresentem sintomas da doença e que disponham de prescrição médica para a realização do teste.

Em quatro dias de atividade foram efetuados cerca de 150 testes, 100 dos quais sob a responsabilidade da Câmara Municipal do Peso da Régua, que chamou a si a obrigação de testar os grupos de risco.

Ao criar em Peso da Régua o primeiro Centro de Rastreio ao COVID-19, a Câmara Municipal fê-lo numa perspetiva de alargar a realização dos testes a todos os concelhos limítrofes.

A confirmar esta capacidade, foram celebrados protocolos com os Municípios de Armamar, Mesão Frio, Tabuaço e Tarouca, para que possam recorrer ao Centro de Rastreio ao COVID-19, em Peso da Régua.

“A solidariedade que apontamos como regra de trabalho não deve terminar na nossa fronteira. A responsabilidade é com todas as pessoas que necessitem de efetuar o rastreio. O primeiro objetivo é ajudar, porque em primeiro lugar devem estar sempre as pessoas”, referiu o município.

Menu