Chaves: Concurso de Ideias para requalificação da Cobertura do Museu das Termas Romanas

Com o objetivo de reformular e reforçar a identidade da cobertura do Museu das Termas Romanas, como praça e espaço de estar, lazer e conviver, a autarquia flaviense avança com concurso de ideias para desafiar projetistas a contribuir para a requalificação deste espaço.

No seguimento do modelo de governação que o executivo tem implementado, no âmbito de auscultação pública, o projeto em causa pretende reunir propostas de caráter estético que conciliem a função de espaço museológico, com a vertente lúdica e turística associada.

Para o Presidente da Câmara, Nuno Vaz “o concurso de ideias pretende dar continuidade à valorização do interesse ativo, participativo e democrático da comunidade. Espera-se criatividade nos projetos apresentados de forma a que os flavienses se identifiquem com a essência do Largo do Arrabalde”.

A participação no concurso de ideias deve contemplar uma equipa multidisciplinar, composta por técnicos com as habilitações académicas legalmente exigidas para o efeito, devendo, no mínimo, possuir com uma equipa multidisciplinar composta por um arquiteto, coordenador do projeto, um arquiteto paisagista, um engenheiro civil, um engenheiro eletrotécnico e engenheiro mecânico.

Este concurso de ideias terá ainda um prémio de consagração a atribuir no valor de 10 mil euros ao trabalho ordenado em primeiro lugar. Ao segundo trabalho será atribuído o valor de cinco mil euros e ao terceiro trabalho selecionado o valor de dois mil e quinhentos euros.

A apresentação dos trabalhos deverá ser efetuada até às 15h30 do dia 26 de abril de 2021. Os termos de referência e acesso às peças também podem ser consultados no seguinte link https://community.vortal.biz/sts/Login?SkinName=Vortalgov e na Divisão de Gestão Financeira – Unidade de Contratação Pública.

Recorde-se que as termas medicinais romanas, um achado ocasional que se revelou singular, são possivelmente uma das principais razões para a fundação de Aquae Flaviae na época romana. Os vestígios arqueológicos encontrados no local, em excelente estado de conservação, atestam precisamente a importância milenária da tradição termal de Chaves e de toda a região do Alto Tâmega.

Menu