CHTMAD registou um aumento dos seus indicadores de produtividade

O CHTMAD E.P.E. registou, no período de janeiro a outubro de 2021, um aumento dos seus indicadores de produtividade, relativamente ao período homólogo de 2019, designadamente no número de consultas, cirurgias e sessões de hospital de dia.

A evolução positiva da resposta assistencial é confirmada pelo acréscimo do número total de consultas. Neste período foram realizadas 270.201 consultas, mais 1% do que no mesmo período de 2019 (mais 13,37% do que no mesmo período de 2020), sendo que nas primeiras consultas houve um aumento de 1,5%. Para Romeu Pires, Diretor da Consulta Externa, “estes números são o resultado da retoma da atividade e sua normalização”.

O mesmo aconteceu na atividade cirúrgica. Até outubro, foram realizadas 13.617 cirurgias, mais 9,4% do que no mesmo período de 2019 (mais 38% do que no mesmo período de 2020). Na cirurgia convencional verificou-se um aumento de 9,4%, e na cirurgia de ambulatório 11,1%. Este aumento deve-se, sobretudo, “ao esforço que a instituição está a realizar na conciliação da retoma da atividade e na recuperação das listas de espera provocadas pelo contexto de pandemia”, afirma Pinto Sousa, Diretor do Centro de Gestão de Cirurgia.

Também no hospital de dia, houve um aumento de sessões. As sessões de hemodiálise aumentaram significativamente, mais 16,7% do que no mesmo período de 2019. Teresa Morgado, Diretora do Serviço de Nefrologia, justifica estes resultados “com a criação do Centro de Responsabilidade Integrada – Centro de Diálise, que permitiu alargar a um maior número de doentes a oferta de cuidados prestados e, consequentemente, melhorar a acessibilidade ao SNS da população da área de influência do CHTMAD”. 

O Conselho de Administração afirma que esta realidade não seria possível sem a vontade, colaboração e dedicação dos seus colaboradores que diariamente contribuem para melhorar e aumentar a qualidade dos cuidados de saúde prestados à população.

Menu