CIMDOURO lamenta não inclusão da linha do Douro na Cimeira Ibérica

A Comunidade Intermunicipal do Douro (CIMDOURO) lamentou o facto da ligação da linha do Douro a Espanha não ter sido considerada nas conclusões da Cimeira Ibérica que decorreu no passado fim de semana. ” A CIMDOURO não pode deixar de lamentar que, numa altura em que se discute a cooperação transfronteiriça e a recuperação económica de Portugal e Espanha, este projeto não seja, uma vez mais, considerado prioridade”, declarou em comunicado, sublinhando que, na estratégia que definiu para a década 2020/30, a rede ferroviária foi considerada estruturante para a região, “tais são as oportunidades que a revitalização da mesma poderia acrescentar não só a Portugal, mas também a Espanha”.

A CIMDOURO defendeu, ainda, que a importância que reclama para a ligação ligação transfronteiriça da linha do Douro foi reconhecida, recentemente, pela Comissão Europeia, no âmbito de um estudo sobre as ligações ferroviárias transfronteiriças, onde ficou evidenciado o potencial turístico que beneficiaria não só o Douro Vinhateiro, mas toda a região norte de Portugal e Espanha. 

Além disso, a comunidade frisou que, além destas mais-valias, a linha do Douro, paralelamente com o rio Douro, representa um dos principais meios privilegiados pelos turistas e que, esta ligação a Espanha, dotaria a linha de uma centralizado estratégica, primitivo a viagem Porto-Madrid, ida e volta, no mesmo dia.

“Face ao exposto, a CIMDOURO continuará a reivindicar, junto das entidades competentes, a concretização da ligação transfronteiriça através da linha do Douro, na certeza de que esta será determinante para o desenvolvimento consolidado de ambos os territórios”, concluiu a Comunidade Intermunicipal.

Menu