CLDS 3G Porta D’Ouro encerrou missão no concelho de Mesão Frio

O Contrato Local de Desenvolvimento Social – CLDS 3G Porta D’Ouro deu por concluída a sua missão no concelho de Mesão Frio, na passada sexta-feira, dia 9 de novembro, data em que apresentou a sessão de encerramento com os resultados finais da sua execução. Pelas 14h30, o Auditório Municipal de Mesão Frio recebeu a apresentação pública, na presença do Provedor da Santa Casa da Misericórdia e Presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, Alberto Pereira, da representante do Centro Distrital da Segurança Social de Vila Real, Inês Vilar, da coordenadora do CLDS 3G Porta D’Ouro, Ana Amaral, dos beneficiários, das entidades parceiras e da comunidade em geral.

Alberto Pereira referiu que todos os objetivos a que o projeto se propôs, foram amplamente atingidos e agradeceu publicamente aos parceiros envolvidos: “Nos últimos três anos, diminuímos em 36% o desemprego no concelho, fruto do desempenho do CLDS e dos seus parceiros que trabalharam numa única direção: contribuir para o bem-estar dos idosos e tornar os nossos jovens mais capacitados para todas as áreas da vida, sobretudo, na área profissional”. O Presidente da Câmara Municipal dirigiu também, um agradecimento ao ex-Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, que aprovou este projeto de combate à pobreza e à exclusão social no concelho. “Os mesão-frienses hoje estão mais habilitados, mais empreendedores, a população mais bem formada, mais inclusiva e há menos pobreza”, concluiu.

Após a apresentação e a apreciação dos resultados do Porta D’Ouro, foi projetado um vídeo com os testemunhos dos participantes e utentes do projeto, onde ficou patente o vontade unânime de ser implementado um novo Contrato Local de Desenvolvimento Social em Mesão Frio, tendo já sido feita esta manifestação junto do Governo.

A animação foi proporcionada por um momento musical, a cargo do grupo Bibliodance, projeto da Biblioteca Municipal, que exibiu as suas coreografias e cantou o hino de Mesão Frio. De seguida, foram entregues os diplomas de mérito e distinção, a todos os representantes das entidades parceiras e no final, houve um Porto de Honra nas instalações da Junta de Freguesia de Mesão Frio Santo André.

Ao fim de três anos de execução, o Porta D’ Ouro deixa assim, as sementes indispensáveis para uma maior coesão social e instala-se a nostalgia entre todos os utentes que usufruíram do projeto e que perspetivam voltar a integrar um novo Contrato Local de Desenvolvimento Social.

Menu