Coronel António Leal deixa comando da GNR para liderar Unidade Nacional de Trânsito

O Coronel António José Pereira Leal, comandante do Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Vila Real desde abril de 2018, vai cessar as suas funções no distrito de Vila Real para liderar a Unidade Nacional de Trânsito, em Queluz, a partir do dia 18 de dezembro.

“Neste momento, em que termino as funções de comandante do Comando Territorial de Vila Real, por motivo de nomeação para comandante da Unidade Nacional de Trânsito da GNR, e em que a emoção se mescla com a razão, permitam que me despeça manifestando a minha satisfação por ter desempenhado tão gratificante missão no distrito de Vila Real, o meu distrito natural, endereçando uma palavra de enorme gratidão pela consideração, amizade e cooperação com que fui brindado, sem as quais não me teria sido possível realizar mais esta missão com o mesmo sucesso”, escreveu o Coronel António Leal, dirigindo-se às entidades civis e militares do distrito.

Natural de Sanfins do Douro, no concelho de Alijó, o coronel António José Pereira Leal é licenciado em Psicologia Organizacional, em 2002, com mestrado em Ciências da Complexidade, em 2009, e pós-graduado em Avaliação e Desenvolvimento Organizacional na Administração Pública, em 2013.

Ingressou no quadro permanente de Oficiais da GNR em 1992, tendo desempenhado diversas funções, das quais se destacam inspetor-Adjunto da Inspeção da Guarda, de maio de 2017 a abril de 2018, Chefe da Secção de Doutrina, Formação e Negociação, da Direção de Investigação Criminal, de janeiro de 2016 a maio de 2017, Chefe da Divisão de Criminalística, da Direção de Investigação Criminal, de agosto de 2010 a janeiro de 2016, Chefe da Secção de Investigação Criminal, da Brigada de Trânsito, entre 2003 e 2009, Comandante do Destacamento de Trânsito de Bragança, entre 1995 e 2003, Comandante do Destacamento Territorial de Torre de Moncorvo, entre 1992 e 1995, Professor no Curso de Mestrado em Direito e Segurança na Universidade Nova de Lisboa e no Instituto Universitário Militar, desde 2012.

Menu