COVID-19: autarquias isentam ou prolongam pagamento das faturas de água


Na sequência da nova pandemia mundial, COVID-19, as autarquias têm vindo a tomar medidas extraordinárias, que coadunam com os tempos extraordinários em que vivemos.

A título de exemplo, algumas câmaras do Alto Tâmega, em que os serviços de fornecimento de água são municipalizados, deliberaram prolongar o prazo de pagamento da fatura da água por três meses. Foi o caso de Vila Pouca de Aguiar, Montalegre e Ribeira de Pena.

Vila Pouca de Aguiar resolveu dilatar o prazo de pagamento da fatura da água em 90 dias, inclusive a última já emitida que referia os 30 dias.

Ribeira de pena decidiu pela suspensão das leituras dos contadores de água e a consequente prorrogação em 90 dias do prazo de pagamento da fatura de água emitidas no mês de fevereiro.

A Câmara de Montalegre decidiu, também, a isenção do pagamento das faturas de água, relativas ao período entre 17 de março e 17 de junho, como forma de apoiar as famílias e as empresas do concelho.

De referir que as autarquias do Alto Tâmega passam ainda a funcionar em regime de serviços urgentes, limitando o atendimento presencial, introduziu a rotatividade de funcionários nos serviços de forma a reduzir o número de pessoas nos espaços e em caso de contágio não haver propagação da doença Covid-19.

Menu