Detido em flagrante por caça ilegal em Alijó

O Comando Territorial da GNR de Vila Real, através do Núcleo Proteção Ambiental (NPA) de Vila Real, no dia 13 de março, deteve em flagrante um homem de 51 anos por caça ilegal, no concelho de Alijó.

No âmbito de uma ação de fiscalização relativa à legislação da caça, os elementos do NPA detetaram um indivíduo a caçar à noite sem consentimento da associação responsável pela atividade venatória. No decorrer das diligências policiais, foi apreendido o seguinte material: Uma carabina; Cinco munições de calibre .308 Winchester; Uma mira de visão noturna; Um moderador de som (silenciador); Uma bolsa de transporte.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Alijó.

A GNR relembra que, no exercício do ato venatório, é proibida a caça de espécies não cinegéticas, a caça em terrenos cobertos de neve, com exceção de espécies de caça maior (ex.: javali, veado, etc.), o abandono dos animais que acompanham o caçador, a captura ou destruição dos ninhos, dos ovos e crias de qualquer espécie. Estas práticas são tipificadas na lei como crime.

Menu