Dois detidos por vários furtos nos concelhos de Mirandela e Valpaços

O Comando Territorial da GNR de Bragança, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Mirandela, deteve, no dia 28 de outubro, um homem e uma mulher, de 29 e 57 anos, respetivamente, por furtos e furtos qualificados, nos concelhos de Mirandela e Valpaços.

Na sequência de uma investigação que decorria há cerca um mês, por crimes de furto e furto qualificado, foi dado cumprimento a quatro mandados de busca domiciliária e a três de busca não domiciliária, a um grupo que atuava de forma organizada e que se dedicava ao furto de armazéns agrícolas durante a noite, aproveitando o facto de serem locais isolados para atuar de forma discreta, nos concelhos de Mirandela e Valpaços. Na sequência dos furtos, armazenavam os bens subtraídos para posteriormente os tentar vender.

Da operação policial desenvolvida, para além dos dois detidos, foi ainda constituído arguido um jovem de 17 anos, os quais tinham na sua posse diverso material: duas espingardas caçadeiras de calibre 12; três armas de ar comprimido; uma pistola de alarme; 40 cartuchos de calibre 12; 13 munições de calibre 38 mm; cinco munições de salva de calibre 6.35 mm; Nove munições de calibre 6.35 mm; oito cartuchos de calibre 16; quatro invólucros de cartuchos deflagrados; duas cartucheiras; Sete armas brancas; um aerossol de defesa; dois ciclomotores; duas bicicletas, duas soqueiras; dois fios em ouro; três telemóveis; 25 euros em numerário; um computador portátil; Dois pés-de-cabra; uma motosserra; Um berbequim; um aparelho de soldar; uma rebarbadora; dezenas de ferramentas variadas bem como vários equipamentos agrícolas; uma motorroçadora, um motocultivador e vários acessórios; um gerador; quatro grelhas de saneamento público; dois focos de iluminação.

Dos suspeitos, um já tinha antecedentes criminais por furto qualificado, tráfico de armas de fogo e posse de armas proibidas. A operação, além dos Postos do Destacamento Territorial de Mirandela, contou ainda com o reforço da Secção Cinotécnica de Comando Territorial de Bragança e do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Bragança.

Menu