DOVIR do PCP: “resultados eleitorais ficaram aquém dos objetivos traçados”

A Direção da Organização Regional de Vila Real do PCP (DORVIR do PCP) reuniu no passado dia 8 de outubro, com o objetivo de discutir os resultados das eleições autárquicas, a situação política e tarefas políticas.

Nessa reunião, começou por salientar o enorme empenho de centenas de ativistas da CDU na concretização das listas aos órgãos autárquicos em todos os concelhos do distrito de Vila Real e na campanha eleitoral desenvolvida, procurando estabelecer uma relação de proximidade com as populações, conhecer os seus problemas e apontar soluções e propostas para a melhoria das suas condições de vida.

“Os resultados eleitorais alcançados pela CDU no distrito de Vila Real ficaram aquém dos objetivos traçados, sendo, no entanto, de registar um aumento expressivo da votação da CDU para os órgãos autárquicos dos concelhos de Vila Real e Vila Pouca de Aguiar, bem como a recuperação de um mandato na Assembleia de Freguesia de Sabrosa”, frisou a DORVIR do PCP.

Da análise feita, destacaram ainda um conjunto de fatores adversos, que “condicionaram” os resultados obtidos pela CDU, nomeadamente: “o peso da epidemia e dos condicionamentos no plano da participação, proximidade e envolvimento populares; a existência de uma campanha anticomunista que, recorrendo à mentira e manipulação, visou atingir o reconhecido trabalho, honestidade e competência dos eleitos da CDU; a promoção de uma estratégia que procurou esbater o caráter local destas eleições, pretendendo atribuir-lhes um caráter nacional, procurando atribuir à CDU posicionamentos que não são os seus; a instrumentalização de meios do aparelho de Estado ao serviço do partido do Governo; a promoção dada a outras forças políticas, acompanhada, nalguns casos, de uma tentativa de menorização da CDU”;

Segundo a DORVIR, esses fatores não invalidam, porém, a existência de fatores internos como sejam debilidades orgânicas e insuficiências no trabalho no distrito, que dificultaram a obtenção de melhores resultados eleitorais da CDU.

Relativamente à situação política, económica e social do País, a DORVIR do PCP realçou, em comunicado, a contradição existente entre o discurso de alguns dirigentes do Partido Socialista e a prática levada a cabo, como ficou patente na coligação com o PSD e o CDS na reprovação de projetos-lei apresentados pelo PCP na Assembleia da República sobre o aumento do salário mínimo nacional, o arrendamento de habitações e os custos de energia.

“A DORVIR do PCP tudo fará para que sejam dadas as respostas necessárias aos problemas que marcam a vida dos trabalhadores e do povo: os salários, as reformas, a legislação laboral, a habitação, a proteção e apoio à infância e crianças, os serviços públicos, o controlo das empresas estratégicas sem as quais não é possível o desenvolvimento nacional”, pode ler-se no mesmo documento.

Quanto ao apoio recolhido pela CDU – Coligação Democrática Unitária, “esse será, como sempre, posto ao serviço dos trabalhadores e do povo do distrito de Vila Real. Será um fator que contará para prosseguir a intervenção e a luta por melhores condições de vida, para defender os direitos e assegurar uma política alternativa que responda aos problemas de quem vive e trabalha no distrito”.

Por fim, a DORVIR do PCP reforçou que continuará a dinamizar a luta, acção reivindicativa e intervenção política pela concretização das propostas que constam do projecto autárquico do PCP, ciente que este é parte integrante da política alternativa, patriótica e de esquerda, de que o País precisa e que o PCP propõe.

Menu