Em Janeiro regressa o “FAN – Festival de Ano Novo” ao Teatro de Vila Real

Em Janeiro regressa o FAN – Festival de Ano Novo*, um ciclo descontraído dedicado à música clássica que conta com a participação de três orquestras, uma sinfonietta e uma formação de câmara.

A Sinfonietta de Braga convida o guitarrista Artur Caldeira para o concerto “Arco da Corda Nova”, dedicado à música portuguesa e a compositores portugueses. Também a Orquestra Filarmonia das Beiras tem um guitarrista convidado (Paulo Soares), num programa com valsas, polcas e marchas da família Strauss e repertório para guitarra portuguesa.

A Orquestra Clássica do Centro desenvolve um programa que, partindo da memória de experiências traumáticas provocadas por totalitarismos e tiranias, pretende ser uma homenagem a todas as vítimas e convidar-nos à reflexão sobre o potencial positivo da humanidade.

A Orquestra do Norte apresenta um concerto pedagógico para escolas com obras de Beethoven e de bandas sonoras para filmes.

A fechar esta edição do FAN, o guitarrista Artur Caldeira tem uma segunda apresentação, em duo com a soprano Marina Pacheco, trabalhando um repertório diversificado que abrange música erudita, mas também canção popular, de cariz rural ou urbano, com arranjos próprios para a guitarra.

Em Janeiro são ainda apresentadas três sessões de cinema, com a exibição dos filmes “Três Andares”, de Nanni Moretti, “O Fantasma de Ned Kelly”, do encenador e actor vila-realense Paulo Castro (antecedido da curta “O Tesouro”, de Paulo Araujo) e “Marighella”, de Wagner Moura.

Folhear o programa online: https://issuu.com/teatrodevila…/docs/tvr_janeiro_2022/1…

*Nota: o concerto de António Rosado, Filipe Quaresma e Nuno Pinto, anteriormente previsto para 8 de Janeiro, foi adiado para data a divulgar oportunamente.

Menu