Emídio Gomes tomou posse como Reitor da UTAD

Emídio Gomes tomou posse como Reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). A cerimónia aconteceu na passada sexta-feira, dia 14 de maio, na Aula Magna.

No discurso de tomada de posse como Reitor da UTAD, Emídio Gomes começou por falar da sua ligação à região duriense, um vínculo criado ainda na infância, reforçado pela sua passagem na UTAD enquanto estudante e renovada “todos os dias” com o “envolvimento e trabalho mais recente como vice-reitor”. Emídio Gomes afirmou que a UTAD tem “uma identidade e uma herança sólida e consistente, que precisa de expandir em relevância e reconhecimento, sem medos nem preconceitos, alinhada com o mundo e com o futuro”. O novo Reitor da universidade sublinhou que “vivemos tempos de mudanças aceleradas”, nos quais existe muita incerteza e “adversidades à mistura”, mas que “oferecem caminhos de oportunidade e desenvolvimento”.

Em relação à academia, Emídio Gomes expressou o seu desejo numa universidade “sustentável e devidamente sustentada, aberta ao mundo e à mudança, responsável, inclusiva e integradora”, através do “crescimento participado e articulado com toda a comunidade académica e com o envolvimento da comunidade territorial”. O novo Reitor manifestou a sua crença no papel “determinante” que a região deve ter para “alavancar o desenvolvimento e a progressão da universidade” beneficiando da “liderança e desenvolvimento” que a UTAD pode trazer ao território.

Emídio Gomes alertou também que existe uma necessidade de mobilização dos docentes para a “inovação continua tanto nos conteúdos programáticos, nos métodos de ensino ou na avaliação”. O novo Reitor afirmou que será promovida uma reflexão sobre o crescente envelhecimento do corpo docente e mostrou vontade em rejuvenescê-lo de forma a garantir “os elevados níveis de serviços”.

“Os alunos são o centro e o foco permanente e diário da ação da universidade”, declarou Emídio Gomes, antes de se referir ao tema da qualidade de ensino, abordado momentos antes por Maria Ferreira, Presidente da Associação Académica da UTAD. “É urgente repensar e rever métodos de ensino e aprendizagem e apostar em metodologias mais inovadoras, ao encontro das necessidades dos alunos que agora chegam ao ensino superior”, afirmou o Reitor, mostrando ainda vontade na criação de condições de acolhimento e logística exemplares para quem estuda na UTAD, “promovendo uma política de universidade aberta, inclusiva, atenta, em permanência”.

Na cerimónia estiveram presentes a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa; a Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira; o Bispo da Diocese de Vila Real, D. António Augusto Ferreira; vários autarcas da região e outras personalidades ligadas à universidade e à cidade de Vila Real.

Emídio Gomes foi eleito Reitor para os próximos quatro anos a 29 de março, sucedendo a António Fontaínhas Fernandes. O Reitor é Licenciado em Engenharia Zootécnica pela Universidade Trás-os-Montes e Alto Douro, é Mestre em Ciências Biomédicas pela Universidade do Porto e Doutorado em Ciências Biomédicas também pela Universidade do Porto. Desde 2017, Emídio Gomes exercia funções de vice-reitor da UTAD para a Área de Investigação e Inovação.

Manuel Almeida

Menu