Exposição “Albuquerque Mendes: Corpo de Performance” inaugurada no Museu da Vila Velha

No dia 4 de julho, domingo, pelas 16h, será inaugurada a exposição “Albuquerque Mendes: Corpo de Performance”, no Museu da Vila Velha, em Vila Real.

Esta exposição, com curadoria de Paula Pinto, inventaria a performance como um meio nuclear da expressão artística de Albuquerque Mendes desde 1974. Transferindo o foco do objeto artístico para o corpo, da configuração formal para a gestualidade, da perspetiva contemplativa do observador para uma relação intrusiva com o público, da construção dos valores estéticos representativos da história da arte para a sua desconstrução através da valorização da ação ao vivo e da saída da instituição cultural para a rua, as práticas artísticas da performance não se reduzem à catalogação de um novo médium e não devem ser reduzidas aos eventos em si, uma vez que são um reflexo das transformações sociais e políticas da época e se refletem noutras formas de produção cultural.

Precursor da performance arte em Portugal nos anos 70, Albuquerque Mendes (Trancoso, 1953) tem privilegiado o cruzamento entre práticas disciplinares como a pintura, a colagem, o teatro e a encenação, expandindo as suas ações para o espaço público e abrindo-as a um meio social arredado da cultura artística. À aprendizagem do processo de trabalho coletivo que desenvolveu enquanto aluno do Círculo de Artes Plásticas de Coimbra e à presença e participação em festivais nacionais e internacionais de performance que a experiência artística lhe proporcionou, Albuquerque Mendes associou a performatividade social própria da abertura democrática que se viveu em Portugal a partir de 1974. Esta exposição é um primeiro olhar retrospetivo para esse corpo de performance.

Menu