Exposição da Mostra da Floresta dá a conhecer empresas da região

Decorreu, no passado dia 8 de novembro, na Praça do Município, a exposição sob a temática da floresta. Uma atividade enquadrada na Mostra da Floresta, iniciativa desenvolvida pelo município vila-realense que “celebras as cores e os sabores da floresta”, destacando, nesse dia, a importância da florestal para o concelho.  “Esta é uma iniciativa que o município tem vindo a abraçar no sentido de divulgar os produtos e serviços relacionados com a fileira florestal e mostrar às pessoas o quanto apreciamos o seu trabalho”, declarou Eugénia Almeida, vice-presidente da Câmara Municipal de Vila Real. 

Neste evento, estiveram reunidos cerca de 11 expositores e um deles destacava-se pelas esculturas em troncos, feitas com motosserra. Esse expositor pertencia ao “Atelier d’Or”, marca de Óscar Rodrigues, em parceria com a marca de motosserras Stihl.  “Aqui faço intervenções diretas em troncos de árvores doentes, para lhes dar uma segunda vida”, explicou o artista aguiarense, acrescentando que esta exposição, para além de lhe permitir apresentar o seu trabalho, torna o público “parte integrante do processo artístico através das suas reações”. 

Num outro expositor, em que se podia observar uma manequim toda equipada para escalar árvores, estava a Tree Plus. Uma spin off (obra derivada) da Universidade de Trás-os-Montes, criada há dois anos, que reúne alunos da universidade num trabalho relativo à avaliação do risco em floresta urbana. Um processo que leva a intervenções tais como a recuperação, a cirurgia e o abate de árvores. “O nosso trabalho reúne várias valências da engenharia florestal, da arquitetura paisagística e da engenharia agronómica”, afirmou Luís Martins, responsável da jovem empresa, que salientou a importância desta exposição, uma vez que permite às pessoas “conhecer o trabalho e os serviços desenvolvidos pela empresa”, ao mesmo tempo que descobrem as empresas disponíveis no mercado regional.  

Após a abertura da exposição, decorreu uma atuação do Grupo de Cantares da Casa do Professor, pelas 18h30, e, às 20h30, foi a vez da Tuna de Bisalhães de entrar em palco, para o encerramento do evento. 

CR

Menu