Feira do Fumeiro de Montalegre vai realizar-se em moldes diferentes

Ainda sem data marcada, a próxima edição da Feira do Fumeiro de Montalegre promete apresentar um figurino remodelado. Tudo porque a crise epidémica da covid-19 não dá tréguas.

Assim, Montalegre lançará em janeiro uma plataforma para venda online do fumeiro local, para fazer face à pandemia. “Queremos ver nesta pandemia uma oportunidade de criar um negócio que vai durar muito mais do que quatro dias”, afirmou David Teixeira, numa reunião com produtores de fumeiro locais.

Para já, a organização tem uma estratégia que visa dar segurança e escoar o produto. É, também, “o salto que faltava dar à Feira do Fumeiro”, esclareceu o vice-presdente do município.

David Teixeira lembrou o esforço que a autarquia tem feito ao longo dos anos. Agora é hora de “arregaçar as mangas” e comercializar – muito irá passar pelo online – de uma forma mais assertiva e profissional.

Na última feira realizada, foram comercializadas cerca de 50 toneladas de fumeiro, com um volume de negócios na ordem dos três milhões de euros. Há 58 produtores registados neste concelho do Barroso.

Menu