Festival ARTiManha esteve na “maior sala de espetáculos do país”

A 2º edição do Festival ARTiManha não teve público, mas esteve na maior sala de espetáculos do país – a RTP Palco.

As portas do festival que “Traz Arte Aos Montes” não se abriram para receber público fisicamente, mas nem isso fez com que fosse adiado.

Em tempos de pandemia, se os apreciadores de arte e cultura não puderam assistir a espetáculos, o ARTiManha, em conjunto com a RTP Palco, optou por levar o teatro, a música e as artes circenses, aos portugueses.

Na sexta-feira e no sábado, dias 30 e 31 de julho, todos assistiram em direto na televisão, nos computadores ou smartphones, aos melhores espetáculos de arte que passaram por Trás-os-Montes.

A peça de teatro “O Pastor”, o espetáculo de fogo “Virtute Flammae”, o DJ Miguel Ângelo, os Holy Nothing, o Noiserv ou os X-Wife, foram os protagonistas desta viagem, que partiu de Vila Pouca de Aguiar para todo o mundo.

Em 2022, o ARTiManha está de volta, com a promessa de voltar a ser uma voz ativa da cultura, numa época marcada por incertezas quanto ao mundo dos espéculos.

O ARTiManha é promovido pela Animódia (Organização, Produção e Direção Artística) em parceria com a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar. O festival conta com o apoio do Ministério da Cultura e do Fundo de Fomento Cultural, no âmbito do programa Garantir Cultura.

Menu