Filandorra apresenta contos da tradição oral transmontana nas escolas de Vila Real

A Filandorra – Teatro do Nordeste “regressa” hoje à Escola com a representação de “Diabos e Diabritos num saco de mafarricos” de Alexandre Parafita para as crianças que frequentam o pré-escolar e 1º ciclo de Vila Real. São 10 sessões para cerca de 700 crianças  do parque escolar deste concelho que vão ter a oportunidade de “viajar” pelos contos, lendas e mitos da tradição oral transmontana recolhidos pelo investigador e compilados em livro e que agora “ganham” vida no palco, no âmbito da iniciativa Ciclo de Teatro nas Escolas, a primeira actividade cultural e pedagógica a decorrer nos espaços escolares de Vila Real após “era” COVID 19, respeitando rigorosamente as normas impostas em prol da mitigação  da propagação da  doença.

Recorde-se que esta produção infantil teve estreia no passado mês de maio em Vinhais no cúmulo de uma Residência Artística naquele concelho do interior, de onde foram recolhidos pelo escritor alguns dos contos contados…cantados…e brincados que compõem o espectáculo. “Diabos e Diabritos…num saco de Mafarricos” é a primeira produção do projeto “Reportórios, Territórios e Identidades”  que a Filandorra candidatou ao Programa de Apoio Sustentado às Artes – Teatro da DGartes/Ministério da Cultura para o biénio 2021-2022.

A encenação é de David Carvalho, e conta com as interpretações de Anita Pizarro, Bibiana Mota, Débora Ribeiro, Helena Vital, Sofia Duarte, Bruno Teixeira, Luís Filipe, Rui Moura e Silvano Magalhães, e na técnica com Pedro Carlos (Som) e Carlos Carvalho (Luz). O espectáculo é ainda acompanhado por canções originais (letra e música) de Marília Miranda Lopes, colaboradora regular da Companhia nos domínios da dramaturgia e criação musical.

Com a parceria do Município de Vila Real no âmbito do protocolo de colaboração cultural regulado pelo pelouro da cultura e em articulação com o pelouro da educação, as coordenações e os professores dos centros escolares, esta iniciativa pretende promover junto do público infantil a arte dramática em geral e o teatro em particular, criando hábitos de fruição regular contribuindo assim para o enriquecimento e formação pessoal das crianças.

Depois de Vila Real, esta produção infantil tem encontro marcado com as crianças de Vila Nova de Foz Côa, com espetáculos agendados nos dias 6 e 7 de julho no Auditório do Centro Cultural.

Menu