Freguesia de Vila Marim apoia estudantes que não têm acesso ao ensino à distância


Vítor, um menino do terceiro ano que frequenta a escola básica, na freguesia de Vila Marim, não tinha acesso ao ensino à distância, uma vez que não tinha computador nem Internet em sua casa. Contudo, como morava a “poucos metros da escola”, a Câmara Municipal de Vila Real, em parceria com a Junta de Freguesia e a escola, decidiram que a melhor solução seria disponibilizar as instalações do estabelecimento de ensino para que o jovem pudesse acompanhar as aulas como os seus colegas de turma.

O aluno de terceiro ano, segundo a presidente da Junta de Freguesia de Vila Marim, Sandra Marcelino, ficou muito satisfeito e, quando se apercebeu de que faltavam colunas ao computador para ter som, arranjou logo uma solução, indo buscar os auscultadores que tinha em casa.

Para além deste acompanhamento, a Junta de Freguesia de Vila Marim também está a disponibilizar a internet via banda larga, neste momento, a mais três estudantes que, contrariamente ao Vítor, viviam longe da Escola para poderem beneficiar da mesma solução. Segundo Sandra Marcelino, uma dessas estudantes está no 12º ano e não tinha nem internet nem computador, então, a escola facultou-lhe um computador e a Junta de Freguesia investiu em dispositivos de internet banda larga (através de uma pen) para que a aluna, que este ano terá exames, poder continuar a sua escolaridade na normalidade possível.

Menu