Fundação da Casa de Mateus adiou entrega do Prémio D. Diniz

A Fundação da Casa de Mateus anunciou, nas redes sociais, o adiamento da entrega do Prémio D. Dinis, após a declaração de luto nacional durante três dias, de 11 a 13 de setembro, pelo falecimento do Presidente Jorge Sampaio.

“O Diretor Delegado, D. Fernando de Albuquerque, e a Direção da Fundação da Casa de Mateus manifestam a sua profunda tristeza pela morte do ex-presidente da República Dr. Jorge Sampaio, sexta-feira, dia 10 de Setembro de 2021, aos 81 anos. Defensor da liberdade, “prisioneiro da grande ansiedade por um futuro melhor” como dizia de si próprio, Jorge Sampaio permanece como exemplo de determinação e exigência na entrega às causas públicas.
O Presidente Jorge Sampaio esteve presente na Casa de Mateus para a entrega do Prémio D. Diniz e procedeu à inauguração da Residência de Artistas em 1998.”, em vez de ” aos laureados de dez edições (1996-2005) e procedeu à inauguração da Residência de Artistas em 1998, ano em que também prestigiou a Casa de Mateus com a sua presença nos Concertos da Orquestra Gulbenkian. Associando-se ao luto da família e de todo o País, a Fundação da Casa de Mateus anuncia o adiamento da entrega do Prémio D. Diniz a Jorge Silva Melo (2020) e José Viale Moutinho (2021), agendada para o próximo domingo, dia 12 de setembro. Nesta sessão, dignar-se-ia estar presente Sua Excelência o Presidente da República. A nova data será anunciada oportunamente”, informou a Fundação, em comunicado.

Menu