GNR de Vila Real deteve 12 indivíduos por tráfico de estupefacientes

A Guarda Nacional Republicana (GNR), no âmbito de uma operação consolidada num processo da investigação criminal, nesta madrugada, deteve seis homens e seis mulheres, em vários bairros de Vila Real e de Vila Pouca de Aguiar por tráfico de estupefacientes, entre as quais o presidente da Associação Nacional e Social de Etnia Cigana, fundada recentemente.

Segundo o Major Eduardo Lima da GNR de Vila Real, no total, esta operação deu cumprimento a 12 mandados de detenção, dez buscas domicilias e 12 buscas em veículos, que resultaram na apreensão de 27 doses de cocaína; 157 doses de heroína; duas pistolas; um punhal; 63 munições de vários calibres; 7448.76 euros em numerário; vários artigos em ouro (pulseiras, cordões, libras, brincos, anéis e alianças); nove telemóveis e quatro viaturas., nas freguesias de Mateus, Parada de Cunhos e Mouços,

Os detidos vão ser presentes amanhã, dia 29 de abril, ao Tribunal Judicial de Vila Real, para aplicação das medidas de coação.

Esta ação contou com o reforço das estruturas de investigação criminal dos Comandos Territoriais de Vila Real, Porto, Braga e Bragança, dos Destacamentos Territoriais de Vila Real e de Peso da Régua, do Destacamento de Trânsito de Vila Real, dos Destacamentos de Intervenção (DI) do Porto e de Braga, e da Equipa Cinotécnica de Vila Real. Esta ação contou ainda com o apoio da Polícia de Segurança Pública (PSP) e da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Vila Real.

Menu