GNR deteve suspeito de 13 furtos com armas em Vila Real

O Comando Territorial da GNR de Vila Real, através do Núcleo de Investigação Criminal de Vila Real, no passado dia 3 de março, deteve um homem de 18 anos por posse ilegal de arma, identificou e constituiu arguidos mais dois da mesma idade, todos suspeitos de vários furtos ocorridos durante o ano de 2019.

No âmbito de uma investigação por furto qualificado que decorria há cerca de três meses, foram realizadas duas buscas domiciliárias e três em veículos que culminaram na apreensão de armas e diversos artigos para construção e bricolage furtados, destacando-se: três armas de fogo; 24 placas de painel “sandwich”; 12 botijas de gás; dez ferramentas elétricas de bricolage e construção; uma caixa de esmolas.

 Os arguidos são suspeitos da prática de pelo menos 13 furtos, ocorridos ao longo do ano de 2019, em várias localidades do concelho de Vila Real, sendo que o material apreendido corresponde a alguns dos furtos consumados, incluindo do interior de uma igreja situada no concelho de Sabrosa.

 O detido será presente ao Tribunal Judicial de Vila Real, para aplicação de medidas de coação. Esta ação contou com o reforço de militares dos Postos Territoriais de Mondim de Basto, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar e do Núcleo de Proteção Ambiental de Vila Real.

Menu