Grémio Literário: 14 anos ao serviço da literatura trasmontana

Foi no dia 11 de Novembro de 2006 que o Grémio Literário Vila-Realense iniciou a sua actividade. Nestes 14 anos, uma série muito vasta de actividades foi levada a cabo, tendo sempre em vista a divulgação, estudo e promoção da Literatura Trasmontana, e da cultura trasmontana em geral.

Entre estas contam-se as publicações: a Revista Tellus, que vai já no nº 73, os Cadernos Culturais, que vão no n.º 21 da 4.ª Série (42 números no total das quatro séries), e a Colecção Tellus, de que foram publicados até hoje 41 números — para além de inúmeras publicações avulsas, como o grosso volume Vila Real: História ao Café, de que sairá em breve a 3.ª edição.

Outras actividades revestidas de interesse e em certos casos de alguma originalidade foram os Ciclos Temáticos: ‘Os contistas da ruralidade trasmontana e alto-duriense’, ‘Poesia trasmontana e alto-duriense’, ‘Miradouros e poemas’, ‘Castelos e poemas’, ‘Fala churra’, ‘Miguel Torga: Na rota do Diário’, ‘Os lugares de João de Araújo Correia’, ‘Escritores vila-realenses’, ‘Encontro de Vila Real com a história’, etc.  

De salientar ainda a comemoração, ano após ano, do Dia Mundial da Poesia e do Dia das Letras Trasmontanas e Alto-Durienses, como dos Encontros de Escritores Trasmontanos e Alto-Durienses e dos Encontros ‘Saber Trás-os-Montes’, assim como a realização do Prémio Literário António Cabral.

Neste ano de 2020, a data de 11 de Novembro foi assinalada com a apresentação do n.º 73 da Revista Telluse com a exposição ‘Rui Pires Cabral – Um tradutor que esconde um poeta’.

Menu