Investimentos até 100 mil euros financiados no Douro

Geral

Potenciar a empregabilidade, estimular o empreendedorismo qualificado, e contribuir para o aumento da coesão social do território, são os desígnios principais de uma medida importante comunitária denominada, SI2E – Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego, cuja primeira fase das candidaturas está ainda ativa até ao final deste mês na Associação do Douro Histórico, ADH /Grupo de Ação Local – GAL, em Sabrosa.

É um instrumento de estímulo às pequenas e médias empresas em que o tecido laboral e empresarial do Douro pode recorrer e tirar proveitos futuros em termos de mais-valias, potenciando novas dinâmicas nas suas próprias atividades.

A ADH/GAL reforça e salienta a importância deste sistema de incentivos e o efeito catalisador de investimento e empregabilidade que pode ter na região, contribuindo para a fixação de pessoas e a sustentabilidade do mundo rural.

Estes apoios configuram investimentos até aos 100 mil euros, que podem ser subsidiados até 50% nos territórios de baixa densidade, cujos montantes a conceder são oriundos do NORTE 2020, através do FEDER e do FSE.

Os seus destinatários são as micro e pequenas empresas, incluindo entidades que exerçam uma atividade artesanal ou outras atividades a título individual ou familiar, sociedades de pessoas ou associações que exerçam regularmente uma atividade económica.

Após o términus desta primeira fase, O SI2E – Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego abre uma segunda, que se prolonga até 29 de Dezembro do corrente ano. A ADH/GAL abrange os concelhos de Sabrosa, Mesão Frio, Vila Real, Alijó, Murça, Santa Marta de Penaguião e Peso da Régua.

Menu