Jornalista Mila Brigas homenageada pelo município no Dia da Mulher

O Município de Vila Real assinalou, no dia 8 de março, o Dia Internacional da Mulher com uma sessão comemorativa, no decorrer da qual, à semelhança dos anos anteriores, foi homenageada uma mulher vila-realense. Este ano, a homenageada foi a jornalista Mila Brigas, da Universidade FM, “uma mulher que se tem destacado no exercício de uma cidadania ativa, com um percurso profissional, pessoal e associativo, dignos de reconhecimento.”

Emília do Rosário Brigas, ou Mila Brigas, como é conhecida carinhosamente por todos, a par de uma vida dedicada ao jornalismo radiofónico, atividade que exerce de forma empenhada há mais de 30 anos, é dirigente associativa, faz teatro amador e, não menos importante, é mãe de quatro filhos.

O seu percurso profissional desde cedo se começou a desenhar quando, com apenas 18 anos, começou como locutora na primeira rádio pirata que surgiu na cidade de Vila Real, em 1985, experiência que acabou por tornar-se numa ocupação principal. Foi um tempo de descoberta, numa rádio “clandestina”, que funcionava num apartamento particular no Bairro São Vicente de Paulo.

Em 1987 começou a colaborar com a Rádio Voz do Marão, na qualidade de locutora/jornalista, de onde saiu, em 1990, para integrar a equipa da jovem rádio universitária, a Rádio Universidade Marão (RUM), hoje Universidade FM, onde se mantém até à atualidade.

A par do percurso profissional, é vice-presidente da Assembleia Geral do Centro Cultural Regional de Vila Real e atriz de teatro amador no Centro Cultural Lordelense.

No final da sessão comemorativa foi inaugurada a exposição “A História Delas”, na qual se realizou uma reflexão sobre a importância da celebração do Dia Internacional da Mulher, através de uma viagem pela história deste dia, assim como, pelos rostos das mulheres que, pelas mais diversas razões, têm deixado a sua marca no mundo, em Portugal e em Vila Real.

Filipe Ribeiro

Menu