Jovens de Lamego transformaram em verso paixão pela poesia


Pelo terceiro ano consecutivo, o festival literário “Lamego, Cidade Poema” celebrou a leitura sobretudo junto do público mais jovem e transformou esta cidade num ponto de encontro de quem ama a poesia.
Concretizado este ano em moldes diferentes do habitual, devido à atual pandemia, este evento constitui já uma referência nacional na área da cultura. “Lamego, Cidade Poema é uma aposta ganha. Com a colaboração de docentes e discentes despertou a reflexão e a capacidade crítica dos nossos alunos, desafiando-os a transformar em verso toda a sua paixão e vivência cultural. Em boa hora, o Município de Lamego e a Rede de Bibliotecas uniram-se para criar e consolidar o respetivo programa”, sublinha o Presidente da Câmara Municipal de Lamego, Ângelo Moura.
“Amar ou odiar: ou tudo ou nada!”. 
As palavras de Fausto Guedes Teixeira, evocadas no momento em que são assinalados 80 anos do falecimento do poeta lamecense, serviram de mote para a edição deste ano do festival literário. A atuação musical do grupo Vitor Blue no Teatro Ribeiro Conceição marcou de novo o seu encerramento. Em palco, o projeto musical criado pelo músico portuense Vítor Sousa apresentou, por entre as suas melodias poéticas, a orquestração dos poemas vencedores produzidos, com imaginação e originalidade, por 130 alunos de diferentes estabelecimentos de ensino que participaram nesta iniciativa ao longo dos últimos meses.

Menu