Lançamento da primeira pedra da ampliação do lar de idosos no Centenário da Misericórdia de Cerva

Geral

No dia 14 de abril, comemorou-se o Centenário da fundação da Irmandade de Nossa Senhora da Misericórdia de Cerva. A cerimónia que contou com a presença do Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Dr. Vieira da Silva, ficou marcada pelo lançamento da primeira pedra da obra de ampliação do Lar de Idosos de Cerva.

A tarde começou com uma oração de vésperas presidida pelo Bispo da Diocese, D. Amândio José Tomás.

À sua chegada, o Ministro Vieira da Silva foi recebido pela formatura dos Bombeiros Voluntários de Cerva, pelos funcionários da Santa Casa de Cerva que formaram um cordão humano e por muitos populares.

A sessão solene incluiu as intervenções do Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Cerva, Padre Joaquim, do representante da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, Borges Machado, do Presidente da Câmara Municipal, João Noronha, e do Ministro Vieira da Silva.

No seu discurso, o Presidente da Câmara, João Noronha, realçou o modo como a Santa Casa da Misericórdia de Cerva, ao longo da sua existência, tem assegurado e desenvolvido o apoio social a todos aqueles que a ela têm recorrido e mantido uma situação financeira estável. O edil destacou ainda a importância da ampliação do lar, enquanto resposta social condigna para os idosos, mas também como forma de alavancar o desenvolvimento do concelho, uma vez que o impacto desta obra vai refletir-se em todas as faixas etárias, criar emprego e contribuir para a fixação da população.

O Presidente João Noronha terminou a sua intervenção com a homenagem ao Padre Joaquim, que foi distinguido com a Medalha de Mérito Municipal – Grau Ouro.

Por sua vez, o Ministro Vieira da Silva referiu que era uma grande honra ficar associado aos 100 anos desta instituição que é uma parceira sólida e credível da Segurança Social. O governante salientou a importância de alargar as respostas sociais e preparar um envelhecimento ativo, referindo que o Provedor da instituição representa um excelente exemplo disso mesmo.

De seguida, foi colocada a primeira pedra do Alargamento da Estrutura Residencial para Idosos, cujo projeto prevê aumentar a capacidade de resposta social desta valência de 11 para 40 utentes, representando um investimento de 1.750.000,00€. Esta obra vai contar com um apoio financeiro superior a 215 mil euros da Câmara Municipal, através do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial do Alto Tâmega.

 

Menu