Lar de Salto alvo de desinfeção. Utentes foram retirados

As instalações dos Bombeiros Voluntários de Salto testemunharam, na tarde de ontem, uma reunião de emergência da Proteção Civil do concelho que juntou a Proteção Civil municipal e distrital, Autoridade de Saúde, bombeiros, Segurança Social, GNR e direção do lar.

Em causa está o surto epidémico da covid-19 no Lar de Nossa Senhora do Pranto, em Salto, onde até ao momento 26 idosos e 10 funcionárias testaram positivo à covid-19. Há ainda três utentes com testes inclusivos, e apenas quatro, num universo de 30, deram negativo à doença provocada pelo novo coronavírus.

Os utentes com Covid-19 estão a ser retirados este domingo, de forma temporária, para o Pavilhão Multiusos de Montalegre, convertido desde abril último em “hospital”. Os “negativos” serão acomodados em instalações que estão a ser preparadas em Salto.

Estima-se que esta operação “durará pelo período de quatro a cinco horas, o tempo necessário para que uma brigada da GNR faça a desinfeção geral do lar”, explicou Orlando Alves, presidente do município de Montalegre.

Posto isto, os idosos regressam, depois da hora do almoço, ao Lar de Nossa Senhora do Pranto.

Menu