Limpar Ribeira de Pena incidiu sobre lixeiras clandestinas

Geral

No âmbito da Semana da Floresta, realizou-se, no dia 20 de março, a iniciativa Limpar Ribeira de Pena, que incidiu sobre a limpeza das lixeiras clandestinas do concelho.

Esta ação procurou sensibilizar a população, em particular os mais novos, para a importância de não abandonar lixo na floresta. Desta forma, foi possível informar sobre o correto encaminhamento dos resíduos produzidos, nomeadamente resíduos de grandes dimensões – monos e REEE (eletrodomésticos, mobília, colchões) – cuja recolha é efetuada gratuitamente pelo Município após solicitação. Pretende-se assim evitar a criação de lixeiras clandestinas, as quais contribuem para a contaminação do solo, da água e para a propagação de incêndios.

As equipas foram distribuídas por locais previamente selecionados onde se verificou a necessidade de intervenção.

No total, foram recolhidos 3260kg de resíduos indiferenciados que foram encaminhados para a Unidade de Boticas da Resinorte. A quantidade de material reciclável recolhido foi reduzida por se encontrar em mau estado de conservação, sendo colocada diretamente nos ecopontos mais próximos.

É preocupação do Município de Ribeira de Pena desenvolver atividades deste âmbito, de forma a consciencializar a comunidade para as problemáticas relacionadas com os resíduos. Neste sentido, associou-se ao Agrupamento de Escolas de Ribeira de Pena para promover esta atividade, que teve como parceiros a Junta de Freguesia de Santa Marinha, a Junta de Freguesia de Cerva e Limões e a Junta de Freguesia de Salvador e Santo Aleixo de Além Tâmega e a Iberdrola.

Menu