Lobos matam vitelos no concelho de Montalegre

Uma alcateia de lobos matou vários vitelos numa propriedade de São Mateus, aldeia do concelho de Montalegre. A matança vem juntar-se à do ano passado onde perderam a vida 21 animais. Um prejuízo avultado no ganha-pão de José Apolinário, responsável pela quinta com mais de 80 hectares de terreno. O desespero é de tal ordem que pediu ajuda para minorar o prejuízo. O apelo chegou ao ouvido do presidente da Câmara de Montalegre, Orlando Alves, que desde logo mostrou solidariedade com este barrosão. Na visita, o líder do município deixou garantia que tudo irá fazer para que haja, pelo menos, algum valor pecuniário que minimize o prejuízo.


José Apolinário, conhecido como o “Pacheco de Meixide”, é o gestor de uma quinta com mais de 80 hectares plantada na aldeia de São Mateus. Alugou o espaço há mais de 30 anos. Já teve cavalos, burros e agora tem perto de 40 vacas. Desde sempre que o lobo – espécie protegida em Portugal – rondou a propriedade com estragos no registo. Porém, nunca os danos foram tantos como há dois anos a esta parte. O ano passado foram mortos 21 vitelos. Este ano já vai em 13. Um prejuízo insuportável para este produtor pecuário, pai de dois filhos, que desde sempre esteve ligado ao setor primário.

Menu