Mau tempo: inundações, quedas de árvores e incêndios no distrito de Vila Real

No final da tarde de ontem, o mau tempo deu origem a diversas ocorrências. Os alertas surgiram pelas 18:30 quando, se começou a verificar vento forte, acompanhado de chuva intensa e também trovoada.

Segundo a Lusa, os bombeiros do distrito de Vila Real foram acionados para “várias ocorrências” relacionadas com quedas de árvores, inundações e incêndios, numa altura em que se verificava chuva intensa, vento e trovoada.

O comandante operacional distrital (CODIS) de Vila Real, confirmou à agência Lusa que se verificaram “várias ocorrências”, em diferentes zonas do distrito, relacionadas com quedas de árvores e inundações, em casas particulares e também na zona industrial de Vila Real, e ainda incêndios. Álvaro Ribeiro referiu que os locais onde estes deflagraram “têm registado condições adversas, designadamente trovoada violenta e vento”.

De acordo com a página na Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), há o registo de queda de árvores em Covelinhas (Peso da Régua), São Salvador (Ribeira de Pena) ou Vidago (Chaves), e inundações em Vila Real e Peso da Régua.

Verificaram-se ainda quedas de estruturas e os operacionais foram também mobilizados para limpezas de via e sinalização de perigo.

Registaram-se incêndios rurais em São Lourenço de Ribapinhão (Sabrosa), Freixeda (Vila Pouca de Aguiar) Vidago (Chaves), Oura (Chaves) e Sobradelo (Boticas), que mobilizavam, pelas 21:00, 89 operacionais e 21 viaturas.

Menu