Mau tempo provocou estragos em Chaves e Carrazedo de Montenegro

Ontem, uma queda intensa de granizo e chuva provocou estragos em vinhas de Carrazedo de Montenegro e inundações na cidade de Chaves.

Segundo a Agência Lusa, em Chaves, mais de uma dezena de casas ficou inundada. Já em Carrazedo de Montenegro, no concelho de Valpaços, o granizo e a chuva provocaram prejuízos nas vinhas.

António Jesus da Costa, presidente da Junta de Freguesia de Carrazedo de Montenegro, contou à Lusa que o granizo “caiu durante cerca de 30 minutos” e que “as pedras eram de grande dimensão”.

Em Chaves, o mau tempo também causou inundações em estradas e em edifícios públicos e privados. “Tivemos uma intensa trovoada de verão, com chuva muito intensa e queda de granizo durante alguns minutos”, explicou o autarca de Chaves, Nuno Vaz, referindo que o pavilhão Expoflávia sofreu a queda de placas internas, o que resultou cancelamento da inauguração fa 10.ª edição da exposição Bienal Internacional de Gravura do Douro em Chaves.

Além disso, o arquivo municipal corrente teve uma inundação de água de 20 centímetros e o edifício do serviço de águas teve também uma inundação na zona do arquivo.

“Não sabemos ainda a dimensão e os prejuízos económicos, mas esta situação veio agravar aquela já vivida no concelho nos últimos 15 dias, com dois incêndios, um deles muito relevante”, concluiu o presidente da Câmara Municipal de Chaves.

No total, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real registou 17 ocorrências, nos concelhos de Chaves e Valpaços (Carrazedo de Montenegro) relacionadas com inundações, principalmente em garagens e caves, e quedas de árvores.

Fonte: Lusa

Menu