Mesão Frio comemorou centenário da fadista Amália Rodrigues

O cenário romanesco do Claustro do Convento de São Francisco, em Mesão Frio, foi palco para a comemoração dos 100 anos que assinalam o nascimento da Fadista Amália Rodrigues, na noite do passado dia 3 de julho. A iniciativa foi promovida pela Câmara Municipal de Mesão Frio, em parceria com a associação Vox Angelis, que exibiu um espetáculo multimédia, levando ao público, os principais Fados que imortalizaram a voz de Amália, bem como, um documentário intercalado com músicas sobre a vida e obra da Fadista, com a projeção de filmagens, entrevistas e fotografias inéditas.

«Centenário de Amália Rodrigues – Uma história de vida (1920- 2021)», assim se intitulou o evento de homenagem a uma das figuras portuguesas femininas que mais projeção internacional beneficiou enquanto cantora e que lhe conferiu a aclamação de rainha do Fado.

Os temas mais célebres da Fadista ecoaram no edifício dos Paços do Concelho, pela voz de Pedro Nunes, acompanhada pelos acordes da Guitarra Portuguesa e Clássica de Artur Caldeira, e da Guitarra Clássica e Baixo de Daniel Paredes.

Atendendo às orientações da Direção-Geral da Saúde, em matéria de pandemia, o evento decorreu com a lotação de lugares limitada e com o necessário distanciamento físico. Com a duração de cerca de duas horas, a iniciativa, com entrada gratuita, invocou a memória do maior vulto do Fado e cobrou uma forte ovação por parte da assistência, que acompanhou os temas musicais mais conhecidos.

Menu