Mesão Frio entre os municípios do Norte com melhores dinâmicas na aplicação de fundos europeus

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) lançou um documento sobre as dinâmicas dos fundos europeus na Região Norte – programas nacionais e regionais, titulado «PORTUGAL 2020 na Região do Norte: operações da esfera municipal e abordagens territoriais integradas». Segundo o mesmo documento, que expõe o levantamento de dados até 30 de junho de 2020, Mesão Frio foi o terceiro município a norte dos que mais que duplicaram o volume de fundo aprovado para operações da esfera municipal, apoiadas pela política de coesão, com um total de 30 operações aprovadas.

Ainda de acordo com a mesma publicação, Mesão Frio foi o sexto concelho de entre os 86 municípios do Norte, com maior intensidade de apoio, no ranking do fundo aprovado por habitante e por concelho.

No que diz respeito à dinâmica do Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS), Mesão Frio ocupa a segunda posição de município com maior intensidade de apoio em toda a região Norte. Relativamente à dinâmica dos Planos de Ação para a Regeneração Urbana (PARU) da região Norte, o concelho Porta do Douro ocupa, igualmente, o segundo lugar. Tanto o PARU como os PAMUS são dinamizados por 57 municípios que integram centros urbanos de nível complementar e são operacionalizados à escala do concelho.

O principal suporte informativo desta publicação consiste na informação de monitorização territorial do PORTUGAL 2020, reportada pela Agência para o Desenvolvimento e Coesão IP (AD&C), com data de referência de 30 de junho de 2020. Esta publicação enquadra-se na coleção NORTE UE, a qual integra um conjunto de trabalhos desenvolvidos no Órgão de Acompanhamento das Dinâmicas Regionais do Norte (OADRN), que visam aprofundar o conhecimento existente sobre as dinâmicas dos fundos da União Europeia na Região do Norte.

Menu