Mondim de Basto assinalou Dia da Floresta Autóctone com a plantação de folhosas

O Município de Mondim de Basto assinalou o Dia da Floresta Autóctone, que se comemora a 23 de novembro, com ações de reflorestação que envolveram equipas florestais e a comunidade escolar.

No Monte de Paradela, propriedade do Município, constituído maioritariamente por pinheiro-bravo, o Presidente da Câmara, Bruno Ferreira e o Vice-Presidente, Carlos Amorim, acompanharam a criação um mosaico de folhosas que pretende marcar a descontinuidade do povoamento daquela monocultura. Neste local, a turma do 12º ano do curso de Turismo Rural e Ambiental, apoiada pela equipa de Sapadores do Município, plantou 150 exemplares de folhosas.

No dia 23 de novembro, o Vice-Presidente, Carlos Amorim, acompanhou a ação de plantação desenvolvida pelo ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Floresta, no monte da Senhora da Graça. 

Esta iniciativa surgiu na sequência dos trabalhos de limpeza do material lenhoso queimado no incêndio que ocorreu em 2019, e visa repovoar o Monte com folhosas autóctones como o carvalho nacional, o medronheiro e o sobreiro. 

Estiveram envolvidas nesta ação todas as Equipas de Sapadores do concelho de Mondim de Basto, o Corpo Nacional de Agentes Florestais (CNAF) do ICNF e a Brigada de Sapadores da CIM do Ave.

O ordenamento e a gestão sustentável das áreas florestais do concelho é um trabalho que o executivo municipal considera fundamental para a valorização do território e da economia rural.

Fonte – CMMB

Menu