Mondim de Basto já dispõe de consultas de medicina dentária no Centro de Saúde

Foi inaugurado, no passado dia 4 de janeiro, pela Secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte, o Consultório de Saúde Oral do Centro de Saúde de Mondim de Basto.

A instalação deste consultório surge no âmbito do Programa “Saúde Oral para Todos”, que pretende fazer chegar este tipo de cuidados de saúde às populações, disponibilizando-os junto das Equipas de Saúde Familiar, evitando assim deslocações desnecessárias, dispendiosas (especialmente para as pessoas mais carenciadas) e penosas para as pessoas de idade mais avançada e/ou mais vulneráveis.

Os utentes do Centro de Saúde de Mondim de Basto passam então a ter acesso a consultas gratuitas de medicina dentária, depois de serem encaminhados pelos respetivos médicos de família. Os munícipes com problemas mais graves e com maiores carências económicas vão ter prioridade no acesso aos tratamentos, como extrações, obturações e desvitalizações de dentes, além do diagnóstico de doenças.

O Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira, que acompanhou a deslocação da Secretária de Estado da Saúde, explicou na sua intervenção que “a autarquia teve neste processo um papel fundamental, apoiando a instalação deste gabinete, garantindo o fornecimento das cadeiras de dentista e os equipamentos complementares, como o de raios X, o que representou um investimento de 40 mil euros”.

Humberto Cerqueira falou ainda das recentes obras de remodelação que o Centro de Saúde sofreu, na criação da Unidade de Saúde Familiar “Senhora da Graça”, num compromisso do governo que representou um investimento de 165 mil euros e que trouxe mais conforto para os utentes e para os profissionais de saúde.

A Secretária de Estado, Raquel Duarte, explicou que esta medida do governo vem responder às necessidades dos cidadãos e que se pretende que resulte numa melhoria social para o concelho, garantindo a toda a população o acesso aos cuidados de saúde oral. Referiu ainda que estes novos consultórios estão já a servir, aproximadamente, 21.000 utentes inscritos de um total de mais de um milhão, na Região de Saúde do Norte.

Com a instalação deste serviço, a autarquia reforça o desafio de construir um concelho solidário e inclusivo onde ninguém fica para trás no acesso aos cuidados básicos de saúde.

Menu