Mondim de Basto: publicada portaria que desclassifica Barragem de Fridão

Foi hoje publicada em Diário da República a Portaria n.º 16/2021, de 19 de janeiro que vem revogar a Portaria n.º 498/2010, de 14 de julho, que procedeu à classificação das albufeiras de Fridão e de Alvito.

Depois de anunciado em abril de 2019 a decisão de não construir a barragem de Fridão, a autarquia logo manifestou o interesse e urgência desta iniciativa. O Município e os seus habitantes não podiam continuar a ser condicionados e prejudicados.

Nos últimos meses a Presidente da Câmara, Teresa Rabiço, reuniu por diversas vezes com o Ministro do Ambiente e da Ação Climática, com o objetivo de ver tomada uma decisão e, consequentemente, levantadas as condicionantes impostas ao concelho, motivadas pela construção da Barragem de Fridão.

Relembramos que desde 2010, a Câmara Municipal sempre participou ativamente no processo de discussão pública e acompanhou todas as alterações que resultaram da conjuntura nacional e internacional e que atrasaram, adiaram e culminaram com o anúncio do cancelamento.

O executivo municipal sempre defendeu a necessidade de terminar este impasse que veio prejudicar os interesses do Município, bem como de um considerável número de particulares e empresas que se viram direta e indiretamente afetados.

Uma vez que os projetos relativos aos aproveitamentos hidroelétricos de que resultaria a criação das albufeiras de Fridão e de Alvito não se vieram a concretizar, o governo determinou a sua desclassificação.

Menu