Montalegre: mexilhão-de-rio regressou ao rio Cávado

As margens do rio Cávado, em Montalegre, receberam hoje cerca de 400 trutas fário infetadas com o denominado mexilhão-de-rio. Trata-se do regresso deste mexilhão (Margaritifera margaritifera), essencial para filtrar/purificar a água, conferindo à mesma um nível de oxigenação superior.

Um repovoamento feito nas duas zonas de proteção da ZPL do rio Cávado, cuja gestão pertence à Câmara Municipal de Montalegre.

Esta operação – acompanhada de perto pelo presidente do município, Orlando Alves – esteve enquadrada no projeto POSEUR “Conservação e Gestão orientadas para o Mexilhão-do-Rio (Margaritifera margaritifera)”.

Menu