Montalegre: reabertura da fronteira assinalada com abraço entre autarcas

Reabriu ontem, sem restrições, a fronteira de Sendim para satisfação de portugueses e espanhóis. Mais um «momento histórico», assim o descreveu Orlando Alves, presidente da Câmara de Montalegre. Um “abraço” há muito desejado que volta a permitir – depois de meses de confinamento devido à crise pandémica que atravessamos – a normal circulação turística e comercial. Para assinalar este marco simbólico, o autarca de Montalegre contou com a presença do Alcalde de Baltar, José António Alonso.

«É um dia muito importante para as nossas comunidades, para os nossos povos raianos. Estávamos muito depressivos espiritualmente, emocionalmente e economicamente. Foi muito tempo sem podermos trocar movimentos entre os povos, sem podermos partilhar amizades e disfrutar momentos gastronómicos. É um momento histórico. Quero agradecer a presença do meu amigo alcalde de Baltar. Fizemos questão de partilhar este momento tão simbólico para todos nós. Representa uma espécie de agarrar o futuro, pormos fim a um período negro das nossas vidas. É o retomar da esperança e a certeza que, mantendo as regras do confinamento e as diretivas da saúde de Portugal e Espanha, iremos ultrapassar este período negro», referiu Orlando Alves, Presidente da Câmara de Montalegre.

«Subscrevo tudo que o estive a escutar do meu amigo e companheiro presidente da Câmara de Montalegre, Orlando Alves. Passamos um período muito triste porque não tivemos a oportunidade de conviver. Temos uma relação histórica. A nossa forma de viver é idêntica. O nosso comércio estava a sofrer imenso. São relações afetivas de um lado e do outro. Economicamente, sofremos imenso. Temos, por exemplo, uma empresa com 20 trabalhadores portugueses. Faziam centenas de quilómetros. Lamento que estas decisões sejam tomadas a partir de Lisboa e de Madrid, sem conhecer a realidade local. Teria que existir uma análise local. Exigir controlos sanitários, mas nunca este tipo de medidas. Foi muito triste. Espero que não se volte a repetir», sublinhou José António Alonso, Alcalde de Baltar.

Menu