Museu de Lamego reabre no Dia Internacional dos Museus


O Museu de Lamego reabre no Dia Internacional dos Museus (18 de maio), com programação simultânea no museu e online, após encerramento temporário ao público no contexto do estado de emergência por força da pandemia Covid-19.

O Dia Internacional dos Museus foi criado, em 1977, pelo ICOM – Conselho Internacional de Museus, no sentido de contribuir, junto da sociedade, para uma reflexão sobre o papel dos Museus no seu desenvolvimento.

Em 2020, com o objetivo de promover a diversidade e a inclusão nas instituições culturais, o ICOM apresenta o tema “Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão”.

Não obstante os constrangimentos impostos pela atual conjuntura, a data é assinalada pelo Museu de Lamego, através de diversas iniciativas online, mas também no museu, num convite ao regresso dos visitantes.

Do programa fazem parte a exposição “Obra Incorporada | São Lucas”, destinada a apresentar ao público, antes do restauro, a doação ao museu de uma escultura de origem flamenga, datada da primeira metade do séc. XVI, proveniente da família de Maria Zulmira e Manuel Luís Marinho Antunes, e DIA APÓS DIA Internacional dos Museus, numa oportunidade de passar em revista os melhores momentos das comemorações no Museu de Lamego, através de uma seleção de imagens de arquivo, dos últimos 20 anos.

Intimidade, a performance de Alexandre Sampaio, apresentada na Noite dos Museus de 2012, será evocada em vídeo, numa iniciativa partilhada com o Museu Nacional Grão Vasco e Museu de Ílhavo, lugares também de passagem da proposta de Alexandre Sampaio, no mesmo contexto.

Proteja, proteja-se, mas venha, se for o primeiro visitante, temos uma oferta à sua espera.

Dia 18 de maio a entrada é gratuita.

Menu